• saeqaufsc

Gestão Ambiental: O que você precisa saber para começar

Ao abordar a preocupação de empresas em relação à preservação do meio ambiente, de início, pode parecer algo puramente burocrático. É, geralmente, associada a uma política prejudicial que geraria muitas limitações e gastos adicionais. Contudo, é comprovado que não é necessário desmatar quase dois mil campos de futebol na Amazônia por dia (dados projeto MapBiomas, 2019) para ter um negócio bem sucedido. Ou seja, é possível investir em sustentabilidade e obter lucro.


(SSpS Brasil Norte Disponível em: https://blog.ssps.org.br/quer-salvar-o-planeta-comece-em-sua-casa Acessado: 05/06/2021)

Mas como?

Através da gestão ambiental por meio minimização dos custos e evitando desperdícios. Dessa forma, além de melhorar a imagem da empresa perante ao mercado, é uma incrível vantagem competitiva.

Por exemplo, muitas empresas utilizam um sistema de descarte de resíduos de produção, que são materiais não utilizados ou contaminados. Com isso, há uma grande perda de capital investido. Porém, a empresa pode ter o auxílio do(a) engenheiro(a) químico(a) para estudo e modificação do processo, a fim de reduzir o desperdício ou mesmo para agregar valor a esses materiais.


Exemplo de sucesso

Whey Protein:



(Shemeli Konrad. Disponível em: <https://nutricionistashemeli.com.br/2019/10/15/whey-protein-mitos-verdades/>. Acesso em: 5 Jun. 2021.)

Antigamente, durante a fabricação de queijo, era produzido um resíduo com grande fonte de proteínas, o soro do leite. Este era usado na alimentação animal mas, com o tempo, a produção aumentou e começaram a descartá-lo nos rios, poluindo-os.

Para lidar com esse problema e aproveitar suas propriedades nutricionais, buscou-se estudar outras formas de tratamento. Até que descobriram uma forma de agregar valor a esse subproduto: extraindo a proteína e obtendo o Whey Protein. O qual possui uma ampla clientela interessada, pois ajuda no ganho de massa muscular, principalmente para praticantes de atividades físicas.


Pontos de partida

ISO 14001:

Através da norma internacional ISO 14001, instituída pela ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas), é definido como implementar a gestão ambiental. Dessa forma, é possível que as empresas adequem seus processos internos, com o intuito de diminuir os resíduos, além de alavancar o crescimento da empresa.

No entanto, para que essas mudanças tenham efetividade é vital ligá-las à cultura corporativa. Isso deve ser feito por meio de treinamento, ajudando a equipe a se adaptar a essas mudanças.

Além disso, existe uma metodologia chamada “Ciclo PDCA”, a qual agrega aos processos um sistema com foco na solução de problemas, proporcionando uma melhoria contínua.



(INSIDER. Disponível em: <https://blog.insiderstore.com.br/conheca-o-ciclo-pdca-uma-metodologia-que-proporciona-melhora-continua-de-processos-por-meio-de-planejamento-e-medicao-de-resultados/>. Acesso em: 8 Jun. 2021.)

‌ Sendo aplicada da seguinte forma:

1. Identificar dificuldade, localizando o problema;

2. Montar um plano de ação, uma estratégia de resolução;

3. Aplicar a estratégia monitorando os efeitos para obter o resultado desejado;

4. Fazer uma análise crítica das soluções aplicadas, verificando se deram certo ou não. Assim, caso tudo tenha ocorrido conforme o planejado, deve-se fazer um relatório detalhado explicando como replicar as soluções, caso o problema volte a aparecer. Porém, se der errado, o ciclo PDCA é reiniciado, criando uma nova estratégia para que assim seja finalmente resolvido.


Quais os benefícios da gestão ambiental

Os resultados que pode-se obter ao implementar um Sistema de Gestão Ambiental são esplêndidos. Porque ao se comprometerem com políticas de respeito ao meio ambiente, acabam tanto colaborando com sustentabilidade, quanto ajuda em diversas questões internas da empresa. Tais como:

  • Diminuição do desperdício, usando racionalmente os recursos, como água e energia

  • Redução de riscos e acidentes ambientais

  • Aumento da reciclagem, sendo o material retornando a cadeia produtiva ou tendo o descarte adequado.

  • Possibilita a competição com o mercado externo

  • Maior facilidade em obter financiamentos melhor

Portanto, o sistema de gestão ambiental é importante para as empresas que buscam alinhar os seus objetivos técnicos e econômicos à redução do impacto ambiental Dessa forma, os profissionais da Engenharia Química e Engenharia de Alimentos também devem estar alinhados a isso, aprendendo a projetar produtos e desenvolver ou adaptar processos que sejam viáveis tanto economicamente quanto ambientalmente.

Achou interessante? Esta é apenas uma das vertentes da engenharia! Para saber mais, participe da SAEQA 2021, para conhecer mais sobre a engenharia numa casca de noz.

Texto escrito por Íris da Silva Souza



Referências:

SOORE. Soro de Leite: a história deste elemento tão importante no mercado moderno. Disponível em: <https://sooro.com.br/soro-de-leite-a-historia-deste-elemento-tao-importante-no-mercado-moderno/>. Acesso em: 7 Jun. 2021.


G1. Amazônia perdeu em média 2,1 mil hectares de floresta por dia em 2019, aponta levantamento. Disponível em: <https://g1.globo.com/natureza/noticia/2020/05/26/amazonia-perdeu-em-media-21-mil-hectares-de-floresta-por-dia-em-2019-aponta-levantamento.ghtml>. Acesso em: 7 Jun. 2021.


FLUXO CONSULTORIA. Sistema de Gestão Ambiental: para que serve e como implementar? Disponível em: <https://fluxoconsultoria.poli.ufrj.br/blog/sistema-de-gestao-ambiental/>. Acesso em: 8 Jun. 2021.

EMPRESAS E COOPERATIVAS. A importância da gestão ambiental para as empresas. Disponível em: <http://empresasecooperativas.com.br/gestao-ambiental/>. Acesso em: 8 Jun. 2021.


2 visualizações